Home

Calorias: a informação no rótulo do produto muda sua escolha?

Você costuma verificar a quantidade de calorias dos alimentos? Essa informação interfere na sua escolha?

Comentários

Nulla rhoncus tincidunt purus. Maecenas dapibus auctor est. Nullam dolor arcu, condimentum id, tristique in, rutrum at, ante. Sed pulvinar. Cras gravida magna in libero. Vestibulum malesuada magna in sapien. Sed volutpat, leo vitae scelerisque viverra, sapien orci pulvinar tellus, tincidunt vehicula purus eros eu felis. Sed pretium velit in arcu. Morbi luctus. Quisque quis erat. Aenean faucibus. Quisque aliquam sem eu tellus.

Alimentação entre os jovens tem dois caminhos: ou se come excessivamente ou quase não se come. O equilíbrio é algo ainda bem distante, infelizmente. Respondendo: sim, me preocupo bastante com a quantidade de calorias e quase sempre leio os rótulos.

Eu não sou muito de olhar os rótulos.

Sim. Eu gosto muito de doces e comidas calóricas, mas eu estou tentando cuidar disso, me controlar para emagrecer e me manter em um bom peso. Assim, tento optar sempre (na medida do possível) pela comida mais saudável e menos calórica, mas quando essa opção prejudica significativamente o sabor do alimento, opto pelo mais calórico. Entretanto, isso é bem mais difícil de acontecer.

Não constumo olhar rótulos, mas aproveitando o assunto, queria saber se poderia sair alguma matéria falando sobre como engordar de maneira saudavel e etc.

Costumo olhar rótulos sim. Mas não deixo de comer por isso. Minha alimentação é geralmente muito calórica e pouco saudável. Tento evitar isso, mas a vontade, infelizmente, é mais forte.

O Ministro da Saúde, Temporão, tem uma proposta de limitar o horário das propagandas de doces, refrigerantes, gorduras, álcool, alimentos nocivos à saúde. Vamos torcer para as empresas permitirem que esta proposta vingue e nossos jovens mudem para uma alimentação mais saudável.

Eu sempre olho os rótulos e as informações nutricionais dos alimentos. É mania mesmo. Mas não deixo de comer nada por isso. A minha refeição é bem variada, como de tudo: das comidas mais saudáveis até os podrões da rua. E sobre a proposta de limitar os horários das propagandas, não acho válida. As pessoas vão continuar comendo besteira com ou sem propaganda, porque infelizmente, é muito gostoso.

Como de tudo, desde verduras, legumes e vitaminas até frituras e alimentos com alto valor calórico.

Eu costumo olhar sim e, dependendo da quantidade, influência muito na minha escolha.

Nunca leio a tabela nutricional que vem nos rótulos dos alimentos e, mesmo se as olhasse, não saberia interpretá-las! Não sei o que é bom ou não, enfim... Nunca tive informação sobre como ler essas tabelas... Acho que isso seria interessante para uma matéria sobre alimentação. Quanto à questão das propagandas, acho superválido. Afinal, as crianças (principalmente) têm o costume de assistir bastante tv e essas propagandas influenciam sim em nossos hábitos alimentares; é uma construção que vai se reafirmando a cada comercial! Não é uma questão de liberdade ou não de imprensa, mas sim de saúde em seu sentido mais abrangente, e acaba que achamos supernormal assistirmos propagandas de mulheres gostosas vendendo cervejas ou então musiquinhas que permeiam nossas cabeças falando de tal produto sem darmos conta de que isso é também uma violência contra nós!!!

Acredito que na maioria dos casos, o principal responsável não é o marketing nem a imprensa, embora realmente influencie bastante, mas sim a formação e o apoio que a pessoa recebe da sua família, quando ainda criança. Porque quando você entra na sociedade com uma visão própria sobre tais coisas, dificilmente deixa ser levado por "propagandas enganosas".

Costumo ler sim os rótulos, vou mais por marca do que por calorias. Costumo dar preferência na compra a produtos de empresas que se preocupam com o meio ambiente e empresas que têm compromisso com o bem-estar comum.

Raramente eu leio os rótulos. Procuro me preocupar se tem ou não gorduras trans, ou glúten ... Fora isso, as calorias não interferem. Eu como o que gosto, na medida do possível, é claro.

Bom, a única coisa que eu costumo olhar em um produto é a data de validade. Eu me esforço para ler o rótulo, mas vejo que é uma leitura inútil, mesmo porque não sei exatamento o que significam todos aqueles nomes, se são alimentos bons ou ruins para o meu consumo.

Eu não leio os rótulos nunk... Pra dizer a verdade, eu nem ligo pra validade, só vou descobrir que está estragado depois que levo pra casa. Aí sim eu olho... E também de que adianta ler o rótulo? Na maioria das vezes, é tudo mentira! Em quase todos os produtos, está escrito 0% de gorduras trans. Eu não acredito nisso, é tudo jogada de markting... Zero calorias? Fala sério, pura enganação. Vá fazer o teste pra você ver se são realmente zero calorias... CLAROOOO QUE NÃO!!!!

É um estranho que paga suas contas? É um estranho que compra sua comida? É um estranho que te sustenta? É um estranho que vai cuidar de vc se vc se contaminar? É um estranho que vai cuidar de vc em um leito de hospital quando estiver enfermo? Não, né? Então TOMA VERGONHA NA CARA E PREVINA-SE.

Só vejo a validade, isso quando eu vejo. Sei que é fundamental, mas, vocês sabem, né? Não nos preocupamos com quase nada. Cuidem-se, vlw? bjks

É... eu não vejo nada disso, sabe? Pq eu não engordo de jeito nenhum. Mas mesmo pra quem é gordo, não pode ficar neurótico com isso! Beijos

Hoje em dia as pessoas estão bem mais preocupadas com a saúde, talvez ainda não seja um hábito, até por ser tão complexo para leigos. Mas acredito que, com essa evolução no comportamento alimentar da população, esse fato tem seus dias contados.

Bom, de certa forma, acho que os jovens de hoje em dia estão desencanando dessa paranóia e talz... Talvez porque nós (ou pelo menos os que se importam e pensam criticamente) estamos entendendo que o importante não é a quantidade de calorias, mas sim o que faz bem ou não para nossa saúde... Sem falar que a quantidade de calorias ingeridas por uma pessoa pra que ela engorde ou emagreça, depende, além do biotipo, da quantidade de exercícios físicos que cada um faz e de MUITOS outros fatores. O importante é ser saudável e estar de bem consigo mesmo.

Preocupação com a saúde??? Perda de tempo... Mas não podemos ser "paranóicos". Temos que comer "SIM", mas com "EDUCAÇÃO"...

Sim, quando for usar o produto, você tem que verificar o rótulo ou a validade.

Comecei a ler os rótulos dos produtos alimentícios depois que estudei longamente pra uma prova na Facu sobre o assunto. Aí descobri o quanto é importante esse conhecimento. As indústrias estão se lixando pra nossa saúde. Afinal de contas elas querem vender, não CUIDAR DA SAÚDE de ninguém. CADA UM QUE CUIDE...

Sim, eu leio, pq essas fábricas aí nem ligam para nossa saúde e nada! Elas querem é vender e pronto... Por isso, eu leio.

É muito importante avaliar a composição do alimento e suas calorias, especialmente quando a pessoa possui alguma patologia relacionada à alimentação. É importante que seja avaliado e que interfira na escolha.

Não costumo muito não, mas quando vejo, são biscoitos. Não interfere não, eu como com culpa =/. Depois eu faço um dieta básica.

Não por costume, mas dependendo do tipo de alimento sim, no caso os aparentemente mais calóricos.

Não necessariamente dos alimentos em geral, mas de alguns, sim, me dá curiosidade. Bom, em alguns alimentos, sim, em outros nem tanto.

Não necessariamente dos alimentos em geral, mas de alguns, sim, me dá curiosidade. Bom, em alguns alimentos, sim, em outros nem tanto.

Não, eu nunca olho os rótulos dos alimentos (pelo menos que eu lembre).... Não me preocupo muito com calorias.

Na verdade nem sempre vejo os rótulos, mas quando é chocolate, biscoitos, procuro ver por causa das calorias e gorduras. Frequentemente interfere porque se for de caloria alta demais, procuro outros que tenham calorias mais baixas.

Não, pois muitas vezes esqueço.

Procuro sempre verificar, e interfere na hora de escolher. Ainda observo o tipo de embalagem.

Às vezes. Mas não interfere na minha escolha. Se eu estiver com vontade de comer, vou comer e pronto.

Claro. É um hábito consultar tudo que eu consumo. Faz parte de ser um consumidor consciente e priorizar hábitos [não só os alimentares] saudáveis... Mas hoje minha preocupação maior em relação ao que consumo é saber se tem transgenia ou se é orgânico, se a produção daquele produto é sustentável... enfim. É isso.

Às vezes sim e às vezes não! Mas no lanche da escola sempre olho, sei lá! Mas há mais preocupações com as coisas que as pessoas sabem que engorda, como biscoitos doce e etc, mas acho que também há alimentos que pensamos que não tem muita caloria e tem! Interfere só quando eu sei que aquilo prejudicará a minha saúde. Na minha opinião o ministério da saúde deveria se preocupar mais com a saúde alimentar que é tão importante quanto as outras doenças.

Deveria, mas não é isso que acontece; não ligo.

Sim, eu às vezes olho e isso faz a minha cabeça na hora de escolher entre o ligth e o comum.

O importante mesmo é ser feliz!!

Comentar