Home

Tempo de puberdade
Reportagem: Tayná Quintella Assis e Jandahara Lima Ribeiro. Texto e ilustração: produção coletiva das oficinas de comunicação do Fiojovem

Elas têm a mesma idade, mas uma espichou e ficou menstruada, enquanto a outra ainda tem corpo de menina. Na turma da escola, a voz de um menino começou a desafinar, enquanto outro está com pernas e braços bem compridos.

A idade do início da puberdade não é a mesma para todo mundo. “Cada um de nós tem um relógio biológico que dispara de repente e os hormônios começam a interferir. Pode ser entre os 9 e os 15 anos, depende da genética e do ambiente”, explica a médica de adolescentes Elyne Engstron, pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz (Ensp/Fiocruz). A puberdade antes dos 9 é considerada precoce, e quando ocorre depois dos 15, em geral, indica-se fazer dosagem de hormônios.

A médica destaca que a passagem da infância para a fase adulta acontece em quatro fases distintas. O primeiro indício da puberdade é o estirão, ou seja, a criança cresce numa velocidade maior. É difícil se acostumar com o novo corpo, a começar pelas pernas compridas. Por isso que muitos jovens parecem desengonçados.

O segundo movimento é o amadurecimento sexual, com o desenvolvimento dos testículos nos meninos e dos seios nas meninas. Também nesta fase, começa, nos dois, o crescimento dos pelos. Já na terceira etapa, a massa muscular aumenta. Chegar à quarta e última parte indica que a puberdade está se completando: é quando a menina mestrua e o menino engrossa a voz.

O estresse e a exposição aos estímulos sexuais precoces são alguns fatores ambientais que podem acelerar os hormônios e, assim, disparar o relógio biológico mais cedo. "O tempo de cada um é diferente: alguns levam dois anos para completar esse ciclo, outros, um ano", diz Elyne Engstron.

As mudanças na adolescência não se limitam ao corpo. Deixar de ser criança, mas ainda não ser adulto implica em se separar um pouco da família e buscar mais independência. "Há uma construção de novos conceitos: 'Eu sou assim, eu acredito nisso, esse é o meu jeito de ver, esse é o meu valor'. E não necessariamente a característica psicológica do adolescente é ser ansioso, estressado, rebelde ou agressivo. Pode não ser nada disso", acrecenta a médica.

Comentários

Olá, tenho 18 anos e acho minha voz aguda.

Nossa eu adorei a matéria. Queria que viessem dar palestra no meu colégio. Beijão!

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é realmente uma pessoa.

Voltar